8 - Sindicalistas do setor de segurança pública tentam invadir Congresso

PEDRO LADEIRA E DÉBORA ALVARES

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Representantes de sindicatos do setor de segurança pública tentaram invadir o Congresso Nacional nesta terça-feira (18) em protesto contra a reforma da Previdência.

Vidros da chapelaria, principal entrada do Congresso, foram quebrados.

O protesto começou na Esplanada dos Ministérios, onde foram colocados cruzes e caixões, que foram queimados.

Depois, um grupo desceu para o Congresso e tentou invadir o local.

Eles foram contidos pela Polícia Legislativa, que usou gás de pimenta e bombas de gás lacrimogêneo. Não há informações sobre feridos ou presos.

Todos os acessos da Casa estão fechados e com segurança reforçada.

A Fenapef (Federação Nacional dos Policiais Federais) informou estar contra a reforma da Previdência como um todo, não apenas os itens que afetam a categoria.

"A federação e outras entidades de segurança pública, reunidas na União dos Policiais do Brasil, estão neste momento em frente lá Congresso Nacional em ato contra a PEC 287", diz a federação.

Segundo Fenapef, há no local policiais civis, federais e rodoviários.

Os policiais não querem ser enquadrados, por exemplo, na idade mínima de 60 anos.

O grupo começou a se concentrar em frente ao Congresso por volta das 13h, com cartazes contra a PEC 247 e a reforma previdenciária.

Parte do grupo subiu pela rampa do Congresso, que dá acesso ao salão negro, espaço normalmente usado em eventos. Policiais legislativos cercam todo o local.

https://br.financas.yahoo.com/noticias/8-sindicalistas-setor-seguran%C3%A7a-p%C3%BAblica-185900893.html

Categoria:+News/noticias

Deixe seu Comentário